domingo, 25 de junho de 2017

Sobreviver em Roma no verão - dicas de ouro!

Sobreviver Roma no verão, dicas úteis para o verão dos brasileiros na Itália

É verão, que em Roma é como estar no Rio de Janeiro no período mais quente do verão carioca, mas mais do que isso, num daqueles verões memoráveis de quente. Aqui vão conselhos para brasileiros se sentirem bem no verão italiano: Sejam Bem-vindos!

Villa D'Este, arrederes de Roma

Dicas básicas para o verão


Desnecessário dizer que água, chapéu/boné e filtro solar (para quem precisa) são preocupações básicas para qualquer viagem no verão. Em Roma as temperaturas superam tranquilamente os 30 graus e com a humidade se fazem sentir ainda mais quentes. A única alternativa (existe uma!) para curtir as suas férias em paz é um pouco de disciplina aliada à capacidade de adaptação. 

Salada no verão, a melhor opção para o almoço!


Quem está de férias quer acordar tarde, tomar café da manhã e sair para passear tarde e com calma. Neste período é aconselhável mudar esta rotina para acordar muito cedo, sair o mais cedo possível do hotel para curtir praças e áreas arqueológicas, e em torno às 11.30h-12h já estar de volta ao hotel para tomar um banho refrescante antes do almoço (mais uma vantagem do conselho de "Onde ficar em Roma") num restaurante por aí.


Vila Borghese, ótima opção para as horas quentes do dia

Dicas básicas para a sua alimentação


Claro que a vontade é de comer uma boa pasta com vinho, pois estamos na Itália! Mas se preferirem comidas leves como saladas e verduras e deixarem o vinho/cerveja (sim, há ótimas cervejas na Itália, como a Menabrea!) para a noite, o corpo (e de consequência, a mente!) agradecerá uma boa quantidade de vitaminas e sais minerais de fonte natural.



Tendo saído bem cedo (já disse a palavra "cedo" o suficiente para entender que "cedo" é a palavra de ordem no verão?) do hotel, as horas do sol mais quente, das 11.30 até às 16.30 são ideais para descansar e quem sabe até ler um pouco sobre os próximos passeios. Saber sobre os lugares que vai visitar só ajuda a aproveitar melhor a sua viagem - para não dizer que é fundamental...

Peônia, Jardim Botânico

Passear em parques


Roma é uma cidade muito verde e com vários parques. Dê um pulo na Vila Borghese se não puder voltar para o hotel e passe algumas horas embaixo de uma árvore, tomando água, descansando e quem sabe até comendo uma fruta - é período de melancia! Quem sofre com picadas de pernilongo pode ter uma garrafinha de repelente para quando estiver no verde, ou se for jantar em algum lugar ao ar livre, com árvores e plantas. A "zanzara-tigre" dá uma picada bem desagradável, facilmente evitável se você está protegido.


Subterraneos de Roma, ótima alternativa para o verão


O que levar comigo?


A mochila ou as bolsas vão te incomodar menos se forem leves. Se puder, coloque as informações (mapa/guia) que precisa no celular ou tablet e saia de casa o mais leve possível, com uma mochila de lona bem leve. A única outra coisa que você tem que ter é uma garrafinha de água para encher nas fontes: a água das fontes é potável, gelada e gratuita. 

Água potável em quase todas as esquinas...

Como vestir-me no verão em Roma?

A grande vantagem da maior parte das igrejas no verão é que são lugares frescos, e lugares frescos são música para os seus ouvidos por aqui. E é aí que você tem que lembrar que apesar da temperatura ser parecida, Roma não é o Rio e nem é praia, e para frequentar igrejas (que além de serem lugares frescos são verdadeiros museus!) é necessário ter os ombros e joelhos cobertos por uma questão de respeito - "decoro" em italiano e português! Eu prefiro mangas longas no verão pois realmente não gosto da sensação do sol forte na minha pele; se você adorar camisetas sem manga ou vestido de alças, tenha sempre um lenço grande para colocar nas costas e cobrir os ombros para entrar nas igrejas. O vestido tem que ser abaixo do joelho.

Jardim Italiano da Villa Farnesina


Se você tiver vontade de fazer um passeio aos arredores, aproveite para conhecer a região dos lagos, pois fica no alto (quase 350m sobre o nível do mar) e se os antigos romanos e os papas passavam o verão lá, talvez seja uma boa ideia seguir o conselho ;)



Além do básico que deve ser visto, os subterrâneos garantem uma excelente alternativa de passeios por causa da temperatura, sempre muito mais baixa do que na superfície.

A minha dica de museu para o verão são os meus amados Museus Capitolinos! O Ara Pacis também dá um excelente passeio noturno!

Museus Capitolinos de noite


Curiosiade: italianos e ar condicionado


Curiosidade: os romanos não gostam de ar condicionado. Mas eles sabem que muitos estrangeiros gostam (os americanos ainda são bem mais conhecidos por aqui); isso quer dizer que nem todo lugar que você entrará terá ar condicionado. Mesma coisa com os meios de transporte público: nem todos terão o ar condicionado ligado. Evite meios de transporte público nas horas do rush - e esse conselho é válido o ano inteiro.

Reprograme seus hábitos para curtir a cidade, que tem uma luz maravilhosa no verão, flores em todos as varandas, um por do sol de sonhos e uma vida noturna que é curtida demais, também por causa da temperatura. Se for reservar uma ópera nas Termas de Caracalla , faça-o com antecedência, pois os ingressos se esgotam rapidinho. 

Para fazer um tour na Itália com guia em português não hesite em escrever para Guia Brasileira para pedir seu orçamento. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário